quinta-feira, fevereiro 15, 2007

Algumas considerações sobre Guimarães I

Já passaram alguns dias e sempre gostei de pensar nas coisas antes de as dizer, porque criticar ou elogiar só por criticar ou elogiar não é uma atitude correcta. Pensar também é tentar encontrar soluções e às vezes a experiência de vida pode colmatar alguma inexperiência num mundo tão particular como este.

Guimarães correu-nos bem. A Josy fez dois CAC, a Guyane foi pela segunda vez Melhor da Variedade e nomeada para Best in Show. Além dos resultados, o à-vontade que a nossa tartaruga silver mostra «em palco» diz-nos que poderá ser no futuro uma excelente gata de exposição. Também a Josephine promete muito, tem uma cabeça fantástica e um super-perfil, sinal de que apesar de estarmos nisto há pouco tempo não escolhemos assim tão mal quanto isso.

O Bryn é um caso à parte. Foi uma viagem terrível para o norte, tivemos de parar duas vezes para limpá-lo e dar-lhe banho já quase de madrugada. Na exposição voltou a ser o gato de sempre, excessivamente tímido e passivo. Como regularmente não se apresenta e para ele uma exposição é um sacrifício enorme estamos a ponderar não lhe exigir mais viagens. Um gato enorme que se encolhe é um gato médio, um gato que não se põe de pé é um gato que se vê com menos atenção porque dificulta a tarefa dos juízes.

O nosso macho é de facto um gato fantástico e estamos muito contentes com ele. Não se dar bem com exposições não é nem será um problema. Afinal, o que queremos é que seja muito feliz.

(by Luís)

Sem comentários:

Shadow Eyes Fan Box

Shadow Eyes on Facebook

Shadow Eyes Photo Gallery

Ocorreu um erro neste dispositivo
Ocorreu um erro neste dispositivo

Seguidores