quinta-feira, fevereiro 22, 2007

Até um dia, Buick


A Buick deixou-nos ontem, de uma maneira inesperada e cruel, muito cruel. Não aceito a morte. Nunca a aceitarei. E custa muito perder quem se ama de verdade. A Buick era uma gatinha linda. muito meiga e muito conversadora. Dos nossos gatos era das que mais atenção e carinho me dava. A dor da sua perda não tem descrição e nunca, nunca, a esquecerei. Sei que lá, onde esteja, sempre olhará por nós, mas como se pode suportar os dias sem a sua presença? Acordar e não receber o seu miau de bom dia, como fazia todos os dias. Ir lavar os dentes e não a ter sentada no lavatório da casa-de-banho. Ir pôr comida e não ser seguida por ela. Olhar para todos os sítios que ela adorava e não a ver lá...

A Buick deu o seu último suspiro nos meus braços a caminho do vet. Nunca esquecerei o seu olhar. O seu coração traiu-a. Levou consigo os seus filhotes mas, sobretudo, levou parte dos nossos corações e nunca nenhuma outra gatinha o preencherá. Esse bocadinho será dela, e só dela, sempre. Um dia, acredito que a encontrarei e que lhe poderei continuar a dar todo o carinho que ela merece e a receber a sua infinita meiguice e atenção. Até um dia minha pequenina... :-(

(by Ana)

Sem comentários:

Shadow Eyes Fan Box

Shadow Eyes on Facebook

Shadow Eyes Photo Gallery

Ocorreu um erro neste dispositivo
Ocorreu um erro neste dispositivo

Seguidores