quinta-feira, setembro 06, 2007

Genética II - Os Genes do Desenho (Padrão)

Adad: preto sólido (non-agouti)

Os genes mais importantes para os bosques da noruega são os do desenho e da cor, sendo que todas as características de um gatinho são herdadas dos pais: o comprimento do corpo, a cor dos olhos, o tamanho da cauda, a resistência dos ossos, o tipo de pêlo...

No que diz respeito ao desenho há apenas dois genes: o agouti e o tabby.

Agouti - O primeiro que entra em campo é o agouti, que determina se o gatinho tem uma cor sólida ou há desenho (tabby) no corpo. Como o desenho é um alelo dominante sobre o sólido, para que um bebé seja sólido (gatos unicolores ou bicolores) tem de receber de cada um dos pais o gene sólido. Isto não quer dizer que os pais tenham de ser sólidos, apenas que transmitam o gene. Um macho ou uma fêmea podem ter desenho e esconder o sólido, precisamente porque o primeiro alelo é dominante.

Tabby - Depois de determinado se há ou não desenho, é necessário passar para a definição de que tipo de desenho. Aí entra o gene tabby, que tem três alelos: ticked, mackerel e blotched. Diz-se que o ticked tabby não existe na sua forma original nos bosques da noruega, pelo que passamos a contar com o mackerel (riscado, tigrado) e o blotched (manchado). Acredita-se que o mackerel seja dominante sobre o blotched, o que quer dizer que no caso da transmissão de um gene mackerel por um dos pais o gatinho será sempre mackerel. Para que seja blotched é necessário que ambos os pais transmitam e sejam blotched (se tivessem mackerel seria visível, já que é dominante).

Os gatinhos podem ainda ser spotted (com pintas), mas esta deverá ser uma variante do alelo mackerel, com o rompimento das riscas.

(by Luís)

Sem comentários:

Shadow Eyes Fan Box

Shadow Eyes on Facebook

Shadow Eyes Photo Gallery

Ocorreu um erro neste dispositivo
Ocorreu um erro neste dispositivo

Seguidores